Diário de Bordo

Aqui ficará registado as aventuras e desventuras do meu percurso pelos mares das tecnologias... Foi com este objectivo que iniciei este diário. Hoje é mais do que um blog sobre o estudo das Tecnologias Educativas; é um registo do meu percurso de aprendizagem (de vida), onde as tecnologias continuam a ter importância. Sei que não o teria consigo manter se não fosse o seu formato digital; as interacções que aqui se estabelecem.

quarta-feira, novembro 30, 2005

Já lá vão 70 anos!

O valor das coisas não está no tempo que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.

Por isso, existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.



Tudo o que faço ou medito
Fica sempre na metade.
Querendo, quero o infinito.
Fazendo, nada é verdade.

Que nojo de mim me fica
Ao olhar para o que faço!
Minha alma é lúdica e rica,
E eu sou um mar de sargaço ---

Um mar onde bóiam lentos
Fragmentos de um mar de além...
Vontades ou pensamentos?
Não o sei e sei-o bem.

Fernando Pessoa



Um dos meus autores favoritos. Gosto das suas reflexões retidas em papel... e dias há em que o compreendo tão bem...
Poderia ter escohido outros poemas e citações
geniais com que nos brindou ao longo da sua existência. Escolhi estas porque hoje, principalemente, me dizem mais. Mas há muitas outras, tantas, que vale a pena (re)ler.

6 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial