Diário de Bordo

Aqui ficará registado as aventuras e desventuras do meu percurso pelos mares das tecnologias... Foi com este objectivo que iniciei este diário. Hoje é mais do que um blog sobre o estudo das Tecnologias Educativas; é um registo do meu percurso de aprendizagem (de vida), onde as tecnologias continuam a ter importância. Sei que não o teria consigo manter se não fosse o seu formato digital; as interacções que aqui se estabelecem.

quinta-feira, novembro 02, 2006

A mão da amizade

Já reparaste nas tuas mãos? Já alguma vez paraste e pensaste o quanto elas te fazem falta? De como são importantes?

Usamo-las para tudo e a todo o instante sem que necessariamente nos apercebamos de que as estamos a utilizar. Sem elas teria dificuldade em agir…

E os dedos? Sem eles a mão não teria sentido. São os cinco distintos no seu tamanho e formato também, como se cada um soubesse que desempenha uma função relevante no seio de uma empresa conjunta. A mão é esse centro; os cinco dedos, o que justificam a sua existência.

Já reparaste na amizade? Já alguma vez paraste e pensaste o quanto ela te faz falta? De como é importante?

Ela está em ti, em tudo o que fazes e nos relacionamentos que manténs, sem que necessariamente a vejas. Sente-a. Ouve-a. Nela revelar-te-ás. Conhecerás melhor os outros e a ti mesmo. Sem ela não saberia o que sou…

E os amigos? Sem eles a amizade não teria sentido. São todos distintos na sua aparência e personalidade também, como se cada um tivesse sido escolhido (a dedo) para desempenhar uma função relevante no seio de uma empresa conjunta. A amizade é esse centro; os amigos, o que justificam a sua existência.

Eu tenho uma mão cheia de amigos!

5 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial