Diário de Bordo

Aqui ficará registado as aventuras e desventuras do meu percurso pelos mares das tecnologias... Foi com este objectivo que iniciei este diário. Hoje é mais do que um blog sobre o estudo das Tecnologias Educativas; é um registo do meu percurso de aprendizagem (de vida), onde as tecnologias continuam a ter importância. Sei que não o teria consigo manter se não fosse o seu formato digital; as interacções que aqui se estabelecem.

domingo, outubro 16, 2005

The best things in life are free

Ontem tive visitas. Chegaram já pela noitinha para a primeira de muitas e muitas visitas. Pelo menos assim o espero. Fui buscá-las ao autocarro, a minha mãe e a minha tia. Chegaram alegres e satisfeitas, apesar das cansativas horas de estrada a que se tinham submetido. Os seus olhos sorriam por ali estar, estavam felizes, e eu radiante por as ver. Já lá ia mais de um mês desde a última vez que nos tínhamos visto. Fomos imediatamente para casa e entre merendas e iguarias da minha mummy lá fomos pondo a conversa em dia, até que o cansaço nos desafiou e nos rendemos ao sono, não sem antes confirmarmos a vontade das três de passar parte de Domingo em Lisboa.
Saímos logo de manhã a caminho de Belém, mas sem qualquer outro destino programado. O objectivo era andar um bocadinho por ali, visitar o Mosteiro, passear pelos jardins e deliciarmo-nos, é claro, com os pastéis!

Estava longe de imaginar que a passeata durasse o dia inteiro e muito menos que as “meninas� não desarmassem assim tão facilmente. :) Já no final da manhã uma amiga juntou-se ao grupo e formado o quarteto lá rumámos a Sintra para desfrutar outras paisagem, mas apenas depois de passarmos pelos Pastéis de Belém!

Chegadas a Sintra, e já com o estômago a dar horas, procurámos um lugar onde pudéssemos comer qualquer coisa rápida. Não queríamos perder muito tempo. Acabámos na Piriquita a almoçar travesseiros e queijadas!!!! Seguiu-se a visita ao Palácio da Pena, mas não sem antes termos ido parar ao outro lado da serra, ou não fosse a condutora ter pouco sentido de orientação e virado para o lado errado. Afinal tinha 50% de hipóteses! Mas até isso foi divertido. Após a visita, voltámos a Lisboa. Deixámos o ambiente bucólico do campo para regressarmos à selva da cidade e enfiarmo-nos num desses centros comerciais, onde grande parte das pessoas passa os fins de semana olhando montras e sonhando com trapos, que mais não são do que isso mesmo. Fomos terminar o dia na casa da nossa amiga, onde recuperámos forças com um jantar muito mais saudável, sem dúvida.

Regressamos a casa já era noite cerrada. A boa disposição pairava no ar. Ansiávamos agora pelo nosso encontro virtual com familiares na Alemanha. Tinha combinado encontrar-me com os meus tios no chat. Era a primeira vez, tanto para a minha mãe como para a minha tia, que comunicavam desta forma. Ficaram deslumbradas com as potencialidades das tecnologias e encantadas com as piscadelas do MSN Messenger!! :D Foi gargalhada pegada. Estávamos todos tão divertidos que ninguém queria desligar e, apesar das horas tardias, tivemos quase meia hora em chat. Depois ainda tirámos fotografias. Divertimo-nos a posar para a máquina, a ter brincadeiras típicas de adolescentes. Apesar da idade que nos separa, estas são minhas Amigas. Sei que posso contar com elas. Tenho outr@s, não menos especiais, mas estas conheço-as desde que nasci!
Muitas das vezes os passeios improvisados são aqueles que correm melhor. Longe estava eu de imaginar que passeássemos tanto e nos divertíssemos ainda mais.

3 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial